Retrospectiva 2016

Fala, meu Brasil!

Pois é, meu povo, faltam apenas 5 dias pra deixarmos 2016 para trás e entrarmos com o pé direito em 2017. Nesses 2 anos e pouco (estou de férias, não me obriguem a fazer contas difíceis) que nós, cacunistas, estivémos com vocês, apresentamos diversas coisas novas: histórias, pensamentos, vestuário, fotos, e muita, muita banda nova. Como eu, a única mulher deste blog (e espero que o chefe de Castro não altere a escalação de funcionários pra 2017 haha), fiquei responsável por entrevistar bandas novas (algumas nem tanto, mas ok) e comparecer em alguns eventos e resolvi escrever uma retrospectiva de 2016 aqui do blog – sim, eu que mando e escolho sobre o que eu vou falar…. muahah!

A partir da repercussão das entrevistas nas redes sociais: comentários, divulgação dos fãs, etc.. separei os melhores momentos e, caso você seja um leitor novo, darei uma colher de chá e falarei brevemente sobre as bandas e matérias que mais se destacaram por aqui. Vamos lá!

 

  • A VOLTA DE MICHAEL BAND

Após um tempo afastado da mídia nacional, Michael Band retornou em carreira solo e lançou com exclusividade no canal Vevo seu primeiro single de trabalho “Lá Lá Lá”. As gravações ocorreram no dia 26 de Janeiro e contou com a presença de Jade Seba, Brenda Monique, Marcela Vasconcelos, Guto Oliveira… ou seja, se somar toda essa galera, eles contabilizam mais de 2 milhões de seguidores, olha a responsa!

making of #LáLáLá

A photo posted by Michael Band (@bandmichael) on

Composta pelo próprio cantor, o single contou com uma batida pop/folk e estrofes que traduzem o principal desejo de Michael: Expressar seus sentimentos em forma de música.

“A melodia do assovio me veio um dia em casa brincando com o violão, comecei a escrever e a música saiu em 10 minutos. Ela fala um pouco da dificuldade de expressar o sentimento por alguém mas numa produção bem alegre. Ela marca pra mim, o começo de um projeto muito lindo e feito de coração.”

 


 

  • INDICAÇÃO MUSICAL: SAM JOHNSON

Com mais de 5 mil curtidas no Facebook, 20 mil visualizações no seu clipe e sem gravadora e financiando seus 2 últimos CD’s do próprio bolso,  Sam Johnson é de causar inveja em muitos músicos. 2015 foi um ano mais do que especial para o cantor e compositor americano; fez parte da turnê “Honey I’m Good Tour“, do Andy Grammer, como a única atração de abertura. Você deve estar pensando que a vida dele foi sempre essa molezinha: pagando os próprios cd’s, fazendo turnê com gente importante… pois bem, você está totalmente equivocado. Por muitos e muitos anos Sam pagou suas contas através de performances nas ruas de São Francisco, performando 5 dias da semana sem parar! Foi através dessas rigorosas e constantes apresentações que Sam criou uma forte fanbase capaz de lançar uma vaquinha online e arrecadar 10 mil dólares para financiar seu trabalho “The City“, em 2014, com o produtor Alex Elena e Topher Mohr (que já trabalharam com Lily Allen, Citizen Cope, Mayer Hawthorne

Suas canções autorais são normalmente tocadas em programas de grandes emissoras como FOX, BRAVO, MTV, SPIKE e muitas outras. Além disso, muitas outras letras já fizeram parte de comerciais americanos e até mesmo deu o nome para o álbum, “Tower Of Hollywood“, de uma banda, Flip Syde.

Durante o ano, Sam costuma realizar cerca de 200 shows – sendo eles em colégios, eventos corporativos (para a Red Bull, Oakley, Casamigos Tequila…) , festivais, sua própria turnê e hotéis (como o Hyatt.. chique demais!)

Suas canções podem ser um estilo energético quanto também bastante relaxante, mas uma coisa é certa: é sempre com muitos sentimentos. Seus fãs o conhecem por suas melodias  chicletes e é comumente comparado com artistas como Jack Johnson e John Mayer, o que é bastante correto, mas ouvintes mais árduos irão notar que o estilo de Sam é mais vibrante.

 


 

  • FELICIDADE: HIGH ON LIFE

Desde a época do colégio os amigos Parker, Rykes e Alexey começaram a gravar vídeos (quem nunca, né?). Apesar de terem cursado universidades diferentes, os meninos mantiveram contato ao longo dos anos e acabaram indo morar juntos quando se formaram. Não demorou muito para o trio se juntar novamente para gravar novos vídeos e começar um canal no Youtube, o High On Life.

Em 2012 eles pararam de pagar o aluguel do imóvel que moravam e decidiram simplesmente viver uma grande aventura ao redor do mundo. Durou 7 meses e Parker, Rykes e Alexey conseguiram visitar 14 países. Aí você deve estar pensando: “Ah, que tranquilo! Vou fazer o mesmo, é tranquilo e favorável”… e é aí que você se engana, pequeno gafanhoto. Os meninos praticamente foram a falência e esvaziaram as contas bancárias completamente. Não tentem fazer isso em casa, crianças haha. Desde então o trio vem trabalhando duro e em período integral para viajar e produzir vídeos bastante profissionais (#MeContratem #EuImploro).

Para registrar essa viagem, os meninos resolveram lançar o “3 years in 3 minutes(3 anos em 3 minutos) que, definitivamente, é um dos melhores vídeos que eu já assisti: dá vontade de sair e viver, sabe? É isso. Com imagens selecionadas a dedo e com direito a música da Tove Lo como trilha sonora, o vídeo ainda conta com uma narrativa de um texto que é de arrepiar a espinha:

“Como é se sentir presente? Estar aqui, no agora, e experimentar este momento ao máximo. Livre de qualquer peso do passado ou qualquer antecipação do futuro. Apenas livre. Livre para perceber que somente você pode controlar como se sente. Sobre qualquer coisa. Livre para ver as coisas pelo o que elas são e livre para te dar o seu tempo e energia para o que realmente importa […] Você precisa fazer apenas aquilo que quer. O mundo é vasto e repleto de possibilidades. Siga sua felicidade. Saia da sua zona de conforto. Pare de olhar para razões pela qual você não pode e comece a olhar pelas razões que pode. E se você puder, faça”


  • ENTREVISTA COM A BANDA KONGOS

Os irmãos KONGOS – multiculturais, multifacetados, multi-instrumentistas – criam um som único e irresistível gerado a partir do DNA compartilhado, diversas influências e sensibilidade melódica e lírica certeira. Em “Lunatic“, seu álbum de estreia da Epic Records, com 12 faixas, o talento da banda brilha em “Come With Me Now“; título de uma convocação auditiva impossível de resistir, uma combinação de rock alternativo que começa com um acordeão, batidas com o pé, staccato, guitarra slide, e planando por paisagens sonoras épicas que lembram o U2. “I’m Only Joking“, cuja letra remete ao título do álbum, atinge a marca com fortes ritmos tribais decisivos e um rock moderno e misterioso, à moda do Pink Floyd. Graças a um lançamento anterior e independente do “Lunatic“, o KONGOS já se tornou bem conhecido mundialmente, tocando seus sucessos para multidões de até 65.000 pessoas em festivais na África do Sul, na turnê com o Linkin Park, e em apresentações no Reino Unido e na Europa, com AWOLNATION e Dispatch. Com uma turnê em fevereiro e março de 2014 na América do Norte, com o Airborne Toxic Event, e o sucesso de “Come With Me Now” e “I’m Only Joking” nas rádios alternativas e de rock (para não mencionar “Come With Me Now” em chamadas da NFL, NBA e ESPN), 2015 rapidamente se configurou como o ano em que os EUA pegaram a “febre” KONGOS.

 

O trecho acima foi retirado do próprio site do Lollapalooza e eu definitivamente não quis mudar uma única palavra pois a equipe conseguiu sintetizar exatamente o espírito dos irmãos KONGOS.  Bom, sem mais encheção de linguiça, vamos ao que interessa: nossa entrevista exclusiva com a banda! Mesmo com a agenda lotada e repleta de compromissos, Dylan, Danny, Jesse e  Johnny reservaram algumas horas para bater uma papo informal comigo em Maio e contar um pouco mais da trajetória da banda, seu novo single, as expectativas pra 2016, e até mesmo sobre sua passagem aqui pelo Brasil (que deixou marcas bastante profundas!). Quando questionados sobre o que não poderia faltar durante a turnê, eles disseram:

Sim, eu acho que o café é a coisa mais importante hahaha. Na verdade nós visitamos nossa loja de café preferida quando estivemos aí no Brasil pela última vez e agora nos tornamos esnobes do café, mais do que isso, agora nós queremos que comprem os melhores cafés do mundo para nós… ou então nós não iremos fazer o show…. isso foi uma piada hahaha”

 

E sobre a passagem pelo Brasil ainda completeram:

Foi um dos shows mais incríveis que fizemos! Eu acho que o público foi um dos mais altos e entusiasmados pra quem já tocamos. Nós não sabíamos o que esperar porque nós sabíamos que tínhamos alguns fãs brasileiros (mas não fazíamos idéia de que eram tantos) e nós fomos um pouco sortudos porque por conta da Marina And The Diamonds – que perdeu seu vôo – nós fomos remanejados e tocamos às 8PM – então ficamos com um horário fantástico. Nós ficamos deslumbrados com o tamanho do public e pelo fato deles saberem a maior parte das canções do nosso álbum. Foi, com toda certeza, o ponto mais alto da nossa turnê, que tivemos a honra de terminar no Brasil. Foi um ótimo final.”


  • DICA CULTURAL: HOMETOWN

Desde que o chefinho de Castro lançou o blog e fez a melhor contratação da história (mais conhecido como: “chamar a Marcella para participar do Blog”), nunca neguei minha paixão pela música e sempre fiquei de portas abertas para ouvir de vocês tanto críticas quanto sugestões e elogios. Muitos de vocês levaram isso a sério e começaram a fazer spam no email de nossa produção, no meu pessoal, no meu Instagram, Twitter e até mesmo WhatsApp (juro que não sei como vocês descobrem essas coisas). Há alguns meses atrás, um fã do Caco, o querido Dante Citty, me enviou uma mensagem bastante despretensiosa me indicando uma banda que ele adora. Eu, curiosa e eclética que sou, fui correndo pro Youtube pesquisar um pouco mais e…. que cilada! A parada é viciante. Por conta disso, resolvi escutar um pouco mais e decidi que não seria nada mal preparar um especial da banda aqui pro Blog do Caco para que vocês também pudessem desfrutar dessas belezuras (sim, me refiro tanto às canções quanto aos integrantes).

 


 

  • LANÇAMENTO: CLIPE DO IVO MOZART

Após se formar em publicidade, aos 23 anos (queria ser que nem ele e me formar com 23 anos, mas acho que a Engenharia não vai me permitir… </3), Ivo Mozart começou sua jornada como músico transeunte e acabou visitando mais de 20 países! Em uma entrevista ao G1 ele comentou:

“Foi um ano de viagem. Começou na Holanda. Rodei a Europa inteira. Fui ao Marrocos, ao deserto do Saara. Lá não cantei na rua [risos], mas numa tenda para 18 pessoas. Argentina e Chile também. Foi uma viagem bem mágica. Como eu não falava inglês, me comunicava pela música. Fazia festas em albergues. Em Barcelona, me senti em casa. Depois, senti que podia começar a minha carreira.” 

Atualmente o músico possui 3 álbuns: os homônimos, “Ivo Mozart (2011 e 2013)” e o incrível “29 (2015)”. Este último, produzido por Rafael Ramos, conta com 11 faixas inéditas todas de autoria de Ivo e alguns parceiros. O primeiro single, “Quer Um Beijo Meu“, que foi lançado no próprio programa do Caco na Mix Tv, o Mix Diário, bombou e continua bombando nas rádios brasileiras. Com uma sonoridade pop, mas uma atmosfera leve que nos lembra uma pegada meio reggae, o CD é repleto de letras românticas, otimistas e pra cima – refletindo toda a personalidade do músico.

No dia 10 de Junho, Ivo lançou, com exclusividade para o site da Capricho, o segundo single de trabalho do novo CD: “Se Namorar“. Para embalar o Dia dos Namorados, o clipe – gravado em Los Angeles, no ano passado, e que conta com a participação dos músicos Phil Batista e Saulo Roston – foi lançado e ficou nada mais, nada menos, do que fantástico!


  • ENTREVISTA COM A DUPLA TIMEFLIES

O produtor Rob Resnick e o vocalista Cal Shapiro criaram o Timeflies em 2010 de uma maneira totalmente despretenciosa: os dois se conheceram enquanto estavam um pouco bêbados em uma das festas da faculdade. Cal começou a fazer o que sabe de melhor, free-style, e Resnick entrou na onda com um beatbox. A partir daí Cal se juntou com a antiga banda de Resnick, fizeram um som juntos e até abriram alguns shows do Ludcris. Como Timeflies, a dupla já conquistou uma legião de fãs, viajou pra vários cantos do mundo e sempre fez questão de se manter como banda independente. Como se não bastasse tudo isso, os meninos ainda se comprometeram, por muitos anos, a lançar conteúdos exclusivos e de altíssima qualidade no Youtube misturando covers de canções bombadas com o freestyle sensacional de Cal…. é de tirar o chapéu! Mesmo com a agenda lotada, a mudança de casa para Los Angeles e tudo mais, os meninos fizeram questão de separar alguns minutos do dia para bater um papo comigo em Junho. Conversamos sobre a carreira como banda independente, a mudança de residência, o novo single e até a possível vinda da banda para o Brasil! Eu pireeei com a ideia!

É difícil para as pessoas, e pessoas da indústria, especialmente, entender o porquê de você não fazer do jeito delas. O jeito que funciona. Mas as vezes as coisas que estão funcionando começam a parar e eles precisam revisar. Nós queríamos revolucionar as coisas desde o começo. Nós queríamos ser os caras que as pessoas olhassem e dissessem: “como eles surgiram com essa ideia?”. Nem que seja pelos freestyles, “Timeflies Tuesday”, nossos shows e, especialmente, nossas músicas originais – fazer coisas diferentes é algo que nos orgulhamos muito. Tirando o fato de que o jeito normal é um porre. Nós não queremos ser artistas de uma música só. Queremos ser um movimento. Em termos de nossos respectivos gostos musicais, a dualidade e complexidade do Timeflies tem sido a base de nossas canções, nossos shows e nossa vibe no geral. Nós temos o lado hip hop / blues do Cal e o dance/pop do Rez – que juntos culminaram e se tornaram nosso estilo. Nos manter autênticos é realmente divertido para nós.”

Quando questionados sobre a possível vinda da dupla ao Brasil, os meninos não hesitaram:

Nós estamos com muuuuita vontade de conhecer!! Nenhum de nós dois esteve aí, mas somos grandes fãs da cultura. Nós definitivamente amamos o churrasco brasileiro!!”

 


 

  • MOMENTO NOSTALGIA: 8 ANOS DE CAMP ROCK

(um vídeo fala mais do que mil palavras)

 


 

  • LANÇAMENTO: TRIO YEAH

Em um papo extremamente descontraído, mas cheio de coisinhas especiais para vocês, os meninos trocaram uma ideia comigo em 2014 e disseram como foi a preparação para entrar na massiva indústria musical:

 “A gente mesmo pensou que fosse fácil entrar num estúdio e transmitir aquilo que escrevíamos no quarto. Mas é bem mais difícil do que parece e transparecer essa facilidade é onde está o segredo. O Julio Salinas é um paizão pra gente e além de tudo um grande “professor” tanto no aspecto do mundo, da vida, da musica e também como pessoa, o auto conhecimento. A gente aprendeu de verdade que tem que ter comprometimento, ensaio, ler bastante e pré-produção de tudo que for feito.”

Além disso, os meninos comentaram sobre o trabalho de coaching, gerenciado por Julio Salinas, do grupo Seta Reta. Waah, Johnny e Fiu disseram que o trabalho realizado é de extrema importância pois faz eles melhorarem como indivíduos – o que acaba refletindo no trabalho da banda:

“É muito importante de verdade, pois melhora o desempenho individual, ele nos faz nos entender e melhorarmos como pessoa e isso reflete no nosso trabalho: temos que ler, viver coisas fora do nosso mundo, treinar, se dedicar mesmo. Dentro do grupo Seta Reta existem seminários com todas as bandas envolvidas e profissionais de peso aqui no Brasil e isso dá autonomia pra gente entender a nossa carreira e o mercado. Além de tudo fizemos grandes amigos pessoais. Eu componho com uma galera da Seta Reta pra outros artistas e como exercício cada um aprende ainda mais a respeitar o trabalho do próximo, respeitar a relação do artista com seu público e ver que música não é competição.”

Agora, sem mais enrolação, tudo isso foi pra dizer que o clipe “Tô Com Outra” dos meninos foi lançado em Junho e na época foi um tremendo sucesso!


  • LANÇAMENTO DA BANDA ZIMBRA

Em Junho, após três anos do lançamento de seu último trabalho: “O tudo, o nada e o mundo”, a banda lançou em seu canal oficial o novo álbum “Azul” . O primeiro single do novo álbum, “O redator” está disponível desde o dia 9 de junho e já conta com mais de 98 mil visualizações. Para Rafael, o “Azul” segue uma linhagem deixada pelo trabalho anterior, porém mais amadurecido e “frio”:

 “Nós consideramos o “Azul” um “O tudo o nada e o mundo” em HD, um pouco mais amadurecido em termos de ambiência e característica de cada música, mas o disco tende para um lado mais frio. Nossas expectativas para este disco são as melhores, mas é melhor o público preparar os casacos (Risos)”.

Além disso, na entrevista que tivemos no começo do ano, os meninos revelaram que não foi fácil chegar a essa “cara final” do CD, mas não esconderam a animação em poder revelar todos esses anos de trabalho para os fãs:

 

“O novo álbum está em processo de finalização, só faltam alguns ajustes! Estamos muito felizes com o resultado. Tivemos dificuldade na seleção das música pois eram muitas para entrar no disco, mas conseguimos chegar em uma unidade; o CD tem sua atmosfera própria durante todo ele. Não perdemos aquela carinha de Zimbra, mas sentimos que amadurecemos depois de 3 anos do lançamento do ‘’O tudo, o nada e o mundo’’, pois ouvimos muitas coisas diferentes e colocamos isso no disco.”

O “Azul” foi produzido pelo renomado produtor Lampadinha (Grammy 2008/2009). A primeira vez em que a banda e Lampadinha haviam trabalhado juntos foi há dois anos atrás na produção do EPMocado”. Sobre esta nova fase da carreira da banda, Lampadinha é enfático e diz que o novo álbum é autentico e parece que a banda está tocando na casa de quem ouve:

 “Este é um trabalho super autêntico e captado com a intenção para que você ouça como se a banda estivesse tocando na sua casa. Muito orgulho destes caras de Santos”.

 


 

  • LANÇAMENTO CD DA BELLAMORE

Como o sucesso só vem àqueles que trabalham e dão duro dia pós dia, parece que os dias de glória chegaram para os meninos da Bellamore… e chegaram com tudo! Nessa nova fase, a banda já lançou diversos clipes, sendo o mais recente o “Órbita” – que contou com a participação da Yana Sardenberg, ex- Malhação.

Em entrevista ao G-show, o guitarrista, Beto Vicentini e o vocalista, Pedro Sárria, comentaram sobre o novo projeto:

“Para gente é muito legal transformar o que a gente faz há tanto tempo com fone de ouvido e caixa de som em imagem. A gente está muito feliz de ter gravado esse clipe de uma música tão importante para a gente” – comemoraram os meninos

No começo desse mes, a Bellamore preparou um presente de Natal adiantado para os fãs: o lançamento de seu novo álbum “Continua“, com 6 faixas e já disponível para todos através do Youtube… é só apertar o play e ouvir o dia inteiro, minha gente! Em uma nota de divulgação através de sua página oficial do Facebook, os meninos disseram:

“Agradecemos aos nossos familiares por acreditarem desde sempre no amor que temos pela música. Sem a força e o suporte deles não conseguiríamos produzir uma nota sequer! Deixamos o nosso muito obrigado a todos os nossos fãs, que nos motivam tanto e tiveram toda paciência do mundo aguardando a chegada do nosso CD!”

Que sucesso! Já estamos contando os dias pra próximo show da banda aqui pelas casas de shows paulistanas e não descartamos a ideia de ter uma dobradinha de entrevista com a Bellamore aqui no Blog novamente… quem fecha?! 😀 Curta a playlist abaixo e seja muito felizz!

 


 

  • LANÇAMENTO DO DVD DO MANEVA

E para fechar nossa retrospectiva com chave de ouro, nada mais justo do que contar com a ajuda da banda que mais bombou aqui no Blog nesse ano de 2016, não é mesmo?

A banda Maneva, que já está na estrada há 11 anos, resolveu realizar a gravação de seu novo DVD aqui na cidade de São Paulo. Ao lado de músicas como “Pisando descalço”, “Daquele Jeito”, “O Destino Não Quis” e “Luz Que Me Traz Paz”, as músicas irão compor um repertório de 24 músicas que estarão no novo DVD da banda. O registro foi gravado no dia 21 de outubro, no Espaço das Américas e contou com participações mais do que especiais de Armandinho, Zeider Pires (Planta e Raiz), Tati Portella (Chimarruts), Haikass e Deko. Nossa equipe marcou presença no evento e não preciso nem dizer que todos os detalhes da festa foram planejados com muito carinho por toda a equipe da banda, né? Ficou tudo MUITO bom e o resultado vocês poderão conferir no começo do ano que vem. No entanto, para deixar os fãs com gostinho de quero mais, o Maneva divulgou há 1 semana o clipe de uma das canções gravadas no próprio Espaço das Américas, “Luz Que Me Traz Paz”. Aproveita e confere um trechinho abaixo!

 


E aí, deu pra relembrar os bons momentos de 2016? O que vocês querem ver aqui no Blog em 2017? Não se acanhem e nos mandem diversos emails sugerindo, criticando, ou sei lá, marcando um cházinho da tarde… haha. Qualquer dúvida ou sugestão escreva para: contato@cacodecastro.com.br . Um ano novo mais do que especial para todos vocês, com muita paz, harmonia, e amor ao próximo (isso é o que mais precisamos nesse 2017).

Grande beijo e nos vemos em 2017 (ou 2016 dependendo da correria por aqui..)

Marcella

Fale comigo no Twitter

Siga meu Instagram

sobre o autor

Marcella Monteiro
Marcella Monteiro

Apesar de estar cursando Engenharia, sempre foi fascinada por fotografia e todo gênero de música. Engajada em manter as pessoas bem informadas, já se envolveu em diversos sites de notícia e projetos sociais.

Copyright © 2014. Design by Blank