#EscutaAí | Michael Parsons

Scroll down for english version

E aí, povo!

Eu sei que vocês estavam quase chorando de saudade de mim porque desapareci por 1 semana, mas não precisa mais se desesperar…. I’m back, bitches! haha. Semana retrasada o #EscutaAí rolou com um adorável cantor americano, Chris Burkich, que foi apadrinhado por grandes músicos: Willy Beaman e Mike Manning – ambos já trabalharam e foram em turnê com Demi Lovato. Chris fez o maior sucesso com as leitoras aqui do Blog e tenho certeza que o entrevistado de hoje vai provocar a mesma reação entre vocês.

O entrevistado de hoje é o britânico Michael (Micky) Parsons! Antigamente, o cantor fazia parte da banda District3 (originalmente chamada de GMD3) junto com dois amigos que conheceu ainda durante a escola: Dan Thomas e Greg West. Os meninos decidiram se juntar para formar uma banda e no começo foram agenciados por ninguém mais, ninguém menos, do que Jayne Collins – a mesma que agenciou The Wanted no começo da carreira.  Os meninos participaram das audições do X Factor e foram selecionados. Já na seleção final, os meninos tiveram que enfrentar a banda Union J cantando a canção do Maroon 5, “Moves Like Jagger”.

Ambas as performances foram tão boas que os juízes tiveram que selecionar as 2 bandas – dando o passaporte para a entrada no programa. No entanto, nas últimas semanas do reality show, District 3 acabou sendo eliminado, mas se liguem na apresentação maravilhosa dos meninos:

No dia 18 de Agosto de 2013, a banda lançou seu primeiro EP contendo 7 canções. No entanto, infelizmente, 7 semanas após o lançamento, o District 3 anunciou a separação, mas fizeram questão de escrever uma linda mensagem aos fãs dizendo que era impossível expressar o quão grato eles eram e sempre serão aos fãs que apoiaram a banda desde o início. Mas, parece que Micky realmente gosta do que faz e decidiu seguir carreira solo e, eu garanto, ele faz um trabalho incrível! Então sem mais bla bla bla, confira a entrevista abaixo! Não se esqueça de deixar seus comentários tanto aqui no blog quanto em meu Twitter (clique aqui)!

ENTREVISTA COM MICHAEL PARSONS

 

1)   Você participou do X Factor alguns anos atrás e também já performou com/para grandes personalidades do mundo da música. Você poderia dizer qual é a parte mais gratificante em ser músico?

Micky Parsons: Sim, eu já conheci e trabalhei com pessoas muito boas, mas a gravação no estúdio é, de longe, a parte mais gratificante para mim. Ter uma idéia e torná-la uma canção é o melhor sentimento do mundo.

 

2)   A música sempre esteve presente na sua vida? Digo, seus familiares já se envolveram no mesmo meio ou você é o ovelha negra da família? haha

Micky Parsons: Na verdade, eu, meus pais e meu irmão cantamos e minha avó e avô eram cantores então isso cresceu e perpetuou durante as gerações. Mas, quando eu era mais novo, eu queria ser director de filme/TV. Eu continuo dirigindo e editando todos meus vídeos e eu espero continuar fazendo isso.

 

3)   A música pode nos influenciar tanto como seres-humanos quanto musicalmente. Quem foram suas inspirações musicais e por quê? E quem te inspirou a virar cantor?

Micky Parsons: Durante minha vida, foi principalmente Stevie Wonder, Michael Jackson, meus pais também – no entanto, eu me inspirei mais na música clássica, melodias de piano, Marvin Gaye… melodias, principalmente. E o porquê… eu acho que era pelo simples fato de que era o que meus pais escutavam, então eu acabei escutando mais isso. A casa estava sempre imersa em diferentes tipos de canções.  

 

4)   Falando sobre o programa de TV, o que te inspirou a se inscrever no X Factor? Desde o começo você traçou uma meta para participar ou você não pensou nisso até realmente acontecer?

Micky Parsons: Eu nunca pensei sobre isso até realmente acontecer; Meu pai viu que teria um dia extra de audições porque naquele ano eles tinham poucos grupos e então nós fomos para lá e o resto é história.

 

5)   E qual foi a parte mais difícil durante o “reality show”?

Micky Parsons: As vezes ter que cantar uma canção que não combina muito bem com a banda.

 

6)   Se você tivesse a chance de participar de outro programa de TV, você participaria?

Micky Parsons: Eu não acho que participaria novamente de um programa de talentos. Eu não tenho nada contra, mas eu era novo naquela época e agora não é uma coisa que eu queira fazer.

 

7)   Como tem sido a experiência de trabalhar sozinho até agora? Digo, em carreira solo ao invés de ser parte de uma banda (District 3)? Que desafios você teve que lidar e quais partes gostou mais?

Micky Parsons: Bem, eu fiz e conheci lugares que eu não tive a oportunidade de visitar quando era da banda; trabalhei como escritor, produtor e tive a oportunidade de escrever canções para grandes nomes da música.

Com a banda, eu estava fazendo a música e a gravação antes, mas nós dividíamos as ideias musicais, assim como a escrita das canções.

No entanto, estar sozinho, é um desafio maior, mas ao mesmo tempo eu também acho mais fácil: menos complicações e você faz apenas o que você quer fazer. Eu amo isso e já tive incríveis oportunidades desde que me dediquei à carreira solo.

 

8)   Além das suas experiências pessoais, o que ou quem tem maior influência nas suas canções?

Micky Parsons: Filmes, eu procuro estar por dentro de todos os filmes que são lançados, e, claro, minha família. Estamos sempre juntos.

 

9)   Qual sua parte favorita no processo de gravação?

Micky Parsons: As melodias, criar a música e quando está atudo encaminhado e produzido, eu me sinto muito bem com o sentiment de “missão cumprida” .

 

10) Semana retrasada você lançou um novo cover no Youtube, “Can’t Feel My Face”, e a repercussão entre os fãs tem sido extremamente positiva. Você tem uma grande e forte legião de fãs e está sempre presenteando-os com coisas novas (covers, canções, vídeos, etc). O que os fãs podem esperar do Micky em 2015? Você está planejando um novo EP ou algo do tipo? (:

Micky Parsons: Obrigada! Eu estou trabalhando para lançar uma coisa nova no final deste ano ou no começo do ano que vem. Já faz muito tempo desde a última vez que lancei algo totalmente novo então eu vou simplesmente lançar algumas canções e ver no que vai dar.

 

 

11) Qual seria seu time dos sonhos (vivos ou não) para fazer um álbum e por quê?

Micky Parsons: Sabe, eu acho que eu teria mais interesse em produtores ou compositores de trilhas sonoras de filmes para trabalhar num álbum – alguém como Thomas Newman (filmes: Um Sonho de Liberdade, Wall-E, À Espera de Um Milagre e Encontro Marcado) as melodias dele são incríveis.  

 

12) Você sabe algo sobre o Brasil? Você já pensou em visitar o país algum dia?

Micky Parsons: Absolutamente, eu adoraria visitá-los e conhecer seu belo país; Sem dúvida eu irei um dia. Espero que seja quando eu fizer turnê. O Rio de Janeiro provavelmente seria minha primeira parada. Eu adoraria poder ver o Carnaval.

 

13) Que tipo de conselho você daria para os leitores que talvez estejam querendo seguir carreira no mundo da música?

Micky Parsons: Saiba seu ofício, treine todo dia para ser cada vez melhor pois é uma longa estrada. Eu não quero de maneira alguma assustá-los, você tem apenas que se manter focado, se dedicar todo dia e ser ambicioso. Você pode fazer qualquer coisa se acreditar em si mesmo.

 

 14) Por ultimo, mas não menos importante, você gostaria de deixar uma mensagem para os leitores do cacodecastro.com.br? Obrigada por me receber, Micky!

Micky Parsons: Tenha um lindo dia. Eu vou te ver em breve (escrito em português pelo próprio Micky <3 ) 

Micky Twitter  |  Facebook  | Instagram

 

 

E aí, curtiu a entrevista? Deixe seus comentários abaixo!

 

Clique aqui para saber todos os detalhes de como indicar os músicos

Marcella

Fale comigo no Twitter

Siga meu Instagram

 

 

 

Hey guys!

Today is a special day for us because not only our guest is international but he is from Cleethorpes and ended up performing at X Factor UK!  What a unique experience, uh? To sum up, Michael Parsons was part of a  three-piece harmony vocal band called District 3 made up of Dan Thomas, Micky Parsons and Greg WestThey first met each other as schoolmates and when  they left the school they decided to form the band. District3 auditioned in London and the band was put through to bootcamp round! Woho! For the first stage of bootcamp, they teamed up with  Union J and performed “Moves Like Jagger” by Maroon 5. Both bands were so good that Union J and District 3 won the sing-off and they were put through to judges’ houses. After join the tv show, the band released an EP in the end of 2013, however, just seven weeks later, the band announced that they had disbanded. But it was definetly not a bad thing! Michael, Dan and Greg were extremely talented and I guess we are extremely lucky for having the chance to see Michael writting and performing his own songs – dispite the fact of having the chance to watch incredible covers on Youtube.. just wow! :) He is out of this world.

I had the pleasure to interview this inspire young boy and he talked about his career, how was it like to perform at X Factor, his dream team, 2015 plans and more! As you enjoy his videos on Youtube, read my exclusive interview with the coolest Cleethorpes boy you have ever seen, Michael Parsons! Don’t forget to leave a comment below and to let me know what you think on my Twitter page (click here). Hope you enjoy it! :)

 

– Marcella

INTERVIEW WITH MICHAEL PARSONS

1)   You’d join the X Factor some years ago and has also performed with/for great personalities from the music industry. Can you tell us what’s the most rewarding part of being a musician?

Micky Parsons: Yes I have met and worked with some great people, but the recording studio is the most rewarding part for me by far.. To take an idea and turning it into a song is the best feeling.

 

2)   Has music always been a part of your life growing up? I mean, did your family has those habits of meeting at the weekend and singing together or you’re kinda the black sheep of the family? Haha

Micky Parsons: Actually my, parents sing and my brother sings, and my grandmother and great grandfather were all singers , so it has grown through the generations. But when I was younger, I wanted to be a film/TVdirector. I still direct and edit all my videos and I hope to continue directing them.

 

3)   Music can influence us musically and also as a human being. Who was your music influences and why? And who inspired you to become a singer?

Micky Parsons: Growing up, mainly Stevie Wonder, MJ, my parents too – however I’ve been more inspired by classical music, film scores and Marvin Gaye, piano pieces, melodies mainly. And why… I guess it’s just what my parents listened too, so I did. The house has always been immersed in all types of music.

 

4)   Talking about the show, what inspired you to audition to the X Factor? Since the beginning you had set a goal to join it or you had never thought about it until it happened?

Micky Parsons: Never thought about it until it happened, my father noticed an extra day’s audition because they were short on groups that year, so we went for an audition, the rest is history.

 

5)   And what was the most difficult part during the “reality show”?

Micky Parsons: Sometime having to sing a song that didn’t really suit the band.

 

6)   What you think about the experience? Did you learned more about music or how should you “behave” in this music industry? If you had the chance again to join a TV Show, would you do it all again?

Micky Parsons: I don’t think I would join a TV talent show again. I have nothing against it, but I was young then and it’s not something I want to do again.

 

7)   How has been the experience so far of working on your own, I mean, going solo, instead of being part of a band? What challenges you had to deal with and which parts you’d enjoyed?

Micky Parsons:Well, I’ve done and been places I didn’t get to go as a band, worked as a writer producer, had the opportunity to write for some big names. 

With the band, I was doing the music and recording before but we shared musical ideas and writing lyrics.

However , being alone, it’s more of a challenge, but I also find it easier too, less complications, you just make what you want to make and do what you want to do. But I do love it, some amazing opportunities I’ve had since going solo.

 

8)   Apart from your own experiences, who or what else has had a major influence on your music?

Micky Parsons: Movies, I tend to keep up with all the latest films, new releases. And family, we stick together.

 

9)   What is your favorite part of the recording process?

Micky Parsons: Melodies, creating the music and when it’s finally arranged and produced, I get a really good sense of accomplishment.

 

10)   2 weekes ago you released a new cover on Youtube, “Can’t Feel My Face”, and the response has been extremely positive. You have a huge and strong fanbase and you’re always giving them something new (covers, new songs, videos, etc). What fans can expect from Micky in 2015? Are you planning a new EP or something? (:

Micky Parsons: Thank you, I’m working on releasing something later this year, or early next year. It’s been too long since I’ve put something original out, so I’m just gonna’ put some music out there, see how it goes.

 

 

11)  Who would be your dream team (dead or alive) to make an album with and why?

Micky Parsons: You know, I think I’d be more interested in producers or film composers to collaborate on an album, someone like Thomas Newman (Shawshank Redemption, Wall-E, The Green Mile, Meet Joe Black) his melodies are incredible.

 

12) Do you know something about Brazil? Have you ever thought about visiting us?

Micky Parsons: Absolutely, I would love to come, see your beautiful country; I will no doubt one day. Hopefully that’s when I’m touring. Rio de Janeiro would probably be my first stop. I would love to see the carnival.

 

13) What kind of advice would you offer to readers who may be looking to pursue a career in the performance side of the industry?

Micky Parsons: Learn your craft, work everyday to get better, and it’s a long road. I don’t mean that to scare – you just have to keep focus and dedication, day in and out and be ambitious. You can do anything if you believe.

 

14) The last but not the least, would you like to leave a message to cacodecastro.com.br readers? Thanks for having me, Micky!

Micky Parsons: Tenha um lindo dia. Eu vou te ver em breve / Have a beautiful day, I will see you soon.

Micky Twitter  |  Facebook  | Instagram

Marcella

Follow me on Twitter

Follow me on Instagram

sobre o autor

Marcella Monteiro
Marcella Monteiro

Apesar de estar cursando Engenharia, sempre foi fascinada por fotografia e todo gênero de música. Engajada em manter as pessoas bem informadas, já se envolveu em diversos sites de notícia e projetos sociais.

Copyright © 2014. Design by Blank